CICLOCIDADE ORGANIZA ENCONTRO COM CANDIDATOS À PREFEITURA NO DIA MUNDIAL SEM CARRO

dmsc2016_savethedate

dmsc2016_savethedate

Esta quinta, em pleno Dia Mundial Sem Carro (22/9), a Ciclocidade organiza junto com várias organizações o Encontro sobre mobilidade com os candidatos à Prefeitura de SP.

São os candidatos falando exclusivamente sobre mobilidade urbana. O que vai mudar na vida de você que usa o transporte público? Quais serão as melhorias para quem usa bicicleta? Como pode ser reduzida a emissão de poluentes? E as propostas para diminuir as mortes no trânsito? Essas e outras questões serão respondidas a partir das 18h, no Cine Caixa Belas Artes.

Já estão confirmados Fernando Haddad (PT), João Doria (PSDB), Luiza Erundina (PSOL), Marta Suplicy (PMDB) e Ricardo Young (Rede). Estamos esperando a confirmação de Celso Russomanno (PRB) e Major Olimpio (Solidariedade).

O encontro será dividido em três blocos, cada um com duas perguntas, que serão respondidas por todos os candidatos participantes. As perguntas foram elaboradas com base nos princípios da Política Nacional de Mobilidade Urbana, aprovada em 2012, além de atentarem às diretrizes e metas estabelecidas pelo Plano Municipal de Mobilidade Urbana de São Paulo.

Realização: Ciclocidade, Cidadeapé, Catraca Livre, Idec, Sem Carro, Aliança Bike, ANTP, Caronetas, Bike Zona Sul, Vá de Bike, Aromeiazero e Bicicleta para Todos.
Encontro sobre mobilidade com os candidatos à Prefeitura de São Paulo
Quando: 22 de setembro, Dia Mundial Sem Carro, a partir das 18h
Cine Caixa Belas Artes – Rua da Consolação, 2423

Haverá 100 ingressos para entrada gratuita, com retirada no próprio Cine Belas Artes, a partir das 17h30. O Catraca Livre fará a transmissão ao vivo via Facebook.

Conheça o Bicicultura!!!

Screen-Shot-2016-04-14-at-07.16.15

Screen-Shot-2016-04-14-at-07.16.15

O Bicicultura, maior encontro nacional de mobilidade por bicicleta e cicloativismo, acontece entre 26 e 29 de maio de 2016 em São Paulo. Organizado pela sociedade civil, busca ser o expoente máximo da bicicleta em todas as suas vertentes: cultural, social, política, artística, econômica e ambiental.

O evento abre espaço para o convívio, o compartilhamento de conhecimento e a formação de alianças entre ciclistas, cicloativistas, entusiastas e interessados na democratização urbana, na sustentabilidade ambiental e na qualidade de vida que a bicicleta proporciona.

Confira a programação completa aqui! 

O Bicicultura 2016 é idealizado e realizado pela União de Ciclistas do Brasil – UCB, Ciclocidade, Instituto CicloBr, Instituto Aromeiazero, conta com o patrocínio Banco Itaú e apoio institucional da Prefeitura de São Paulo, além dos apoiadores Aliança Bike, ANTP, Apé, Bicicleta para Todos, Bike é Legal, Brasil Bike Polo, Bike Anjo, Bike Zona Oeste, CicloZN, Cidade a Pé, Compartibike, Dream BMX, Figura Filmes, Greenpeace, Instituto Saúde e Sustentabilidade, ITDP Brasil, oGangorra, Página da Rachel, Pedal Verde, Portal Mobilize, Transporte Ativo, Silvia e Nina e Vá de Bike.

Aliança Bike divulga os resultados da Pesquisa Mercado Bicicletas 2015!

A Aliança Bike, associada e parceira da “Bicicleta Para Todos”, divulgou os resultados da sua ‘Pesquisa Mercado Bicicletas de 2015′.

A pesquisa teve como objetivo “estabelecer um panorama do desempenho do setor de bicicletas ao longo do ano de 2015 e obter uma percepção mais apurada do mercado” e foi aplicada na rede de contatos da Aliança Bike, tendo 222 respostas de indústrias e empresas do segmento.

Uma conclusão importante da pesquisa: mesmo com a atual baixa no setor econômico no país, o mercado de bicicletas mantem-se mais aquecido do que outros setores.

Os dados da pesquisa podem ser vistos CLICANDO AQUI.

Limites de velocidade nas ruas: falácias, mitos e verdades

Marginal-Pinheiros-vai-receber-via-de-ônibus-620x349
POR DANIEL GUTH
Escrito a quatro mãos com Carlos Aranha*

Quase uma semana se passou desde a implementação dos novos limites de velocidade nas Marginais Tietê e Pinheiros, em São Paulo. Desde terça-feira, dia 21/07, o que se viu foi uma verdadeira avalanche de críticas e opiniões apaixonadas sobre um tema tão banal e óbvio quanto discutir se metrô é mesmo mais eficiente do que carros para a mobilidade urbana.

Por não ser um tema de pronta assimilação ao senso comum, muitas pérolas – e também opiniões intelectualmente desonestas – repercutiram nas redes e na imprensa em geral. Elencamos e desmistificamos algumas delas, para apresentar os fatos e a importância da redução dos limites de velocidade em toda a cidade.

Continue Reading

Em teste de capacetes, Inmetro e Fantástico prestam desserviço ao uso de bicicleta nas cidades

atenção-consumidor-750x376
POR DANIEL GUTH

Com a colaboração de João Lacerda

Sempre é bom analisar o interesse e a forma que se promove o uso do capacete. Principalmente para entender quem se beneficiaria com o uso massivo deste equipamento. Uma reportagem veículada no domingo, durante o programa Fantástico, da TV Globo, demonstrou testes realizados pelo Inmetro em 8 marcas de capacete disponíveis no mercado. CLIQUE AQUI para assistir a matéria completa.

Continue Reading

A bicicleta em 2015: melhores e piores

IMG_18351-750x414
POR DANIEL GUTH

2015 foi, digamos, um ano bastante polêmico para a mobilidade urbana no Brasil. Em São Paulo, por exemplo, acompanhamos com satisfação a implantação de novos limites de velocidades nas vias arteriais, com resultados já impactantes para a segurança de todos no trânsito. Além da queda nas velocidades altas, também vimos a queda nas vendas e produção de carros no Brasil, que recuaram 25% e 22%, respectivamente, com relação a 2014.

Por outro lado, em Sorocaba, vimos o motorista Fabio Hattori ser condenado a cumprir medidas socioeducativas e ficar com a CNH suspensa por apenas cinco meses, depois de atropelar e matar seis jovens à beira da Rodovia Raposo Tavares. Fabio estava embriagado ao volante.

Sejam fatos positivos ou negativos, a questão é que a mobilidade urbana finalmente assumiu um papel de maior protagonismo no dia-a-dia da sociedade, do poder público e da iniciativa privada. Isto se deve, principalmente, às manifestações de Junho de 2013, que tiveram início em profundos debates sobre o sistema de transporte público nas cidades brasileiras. Mas também destaco a Política Nacional de Mobilidade Urbana (lei nº 12.587/12), que obrigou a criação de planos de mobilidade para todos os municípios com mais de 20 mil habitantes, com prazo final até abril de 2015.

Para celebrar, portanto, a chegada de 2016, aqui listamos os melhores e os piores da mobilidade por bicicleta (ciclomobilidade) neste ano que está chegando ao fim.

Continue Reading

astraccia
fevereiro06/ 2016

 

big banner